Capa

Professores da UFSC fazem palestra no Congresso Internacional de Direito e Sustentabilidade

Evento acontece na PUCPR sob a organização do IBRAEDP e Programa de Pós-Graduação em Direito de diversas universidades brasileiras, com apoio do IPDA - Instituto Paranaense de Direito Administrativo

08.11.2018  |  564 visualizações

“Agenda 2030 é a nossa declaração global de independência, de autonomia e emancipação, enquanto raça humana”. A afirmação feita pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, deu início à apresentação do professor José Sérgio Cristóvam (UFSC), que abriu o segundo dia do VIII Congresso Internacional de Direito e Sustentabilidade, que acontece na PUCPR.

O painel “Tendências internacionais e Agenda 2030 da ONU” contou ainda com a participação do professor Pedro de Menezes Niebuhr (UFSC). A mesa de trabalhos foi coordenada pelo vice-presidente da Federação Brasileira de Associações de Auditores Fiscais de Tributos Estaduais, Marcelo Ramos de Mello.

O evento é organizado pelo Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público - IBRAEDP e Programa de Pós-Graduação em Direito de diversas universidades brasileiras, com apoio do IPDA - Instituto Paranaense de Direito Administrativo.

Agenda 2030

O professor José Sergio Cristóvam, prosseguindo sua palestra, qualificou a Agenda 2030 como um plano de ação ousado. “Conjunto de ideias e ações de prosperidade planetária, ou seja, pensar o planeta como um ser vivo e complexo, mas integrado”. Ao analisar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e as 169 metas contidas no documento, disse que a sua aplicabilidade dá para ser reduzida em uma frase: “cumpra-se a Constituição Federal de 1988”. Disse que há necessidade de pensar que a Agenda trata-se da busca do equilíbrio entre direitos e deveres.

“Enquanto procurarmos divergências e diferenças pouco avançaremos concretamente. Vamos nos permitir ao diálogo e aproximar os extremos, buscar o caminho do meio e do equilíbrio, porque  sustentabilidade não pode levar a radicalismos”, sublinhou o professor. Ele criticou a possível fusão entre os ministérios da Agricultura e Meio Ambiente, e a extinção do Ministério do Trabalho, qualificando as propostas como um descumprimento do Brasil a todos os princípios de sustentabilidade presentes no plano global da ONU. “Seriam tendências que não se coadunariam com a Agenda 2030”.

Gestão das cidades

Pedro de Menezes Niebuhr falou sobre sustentabilidade na gestão das cidades e destacou o objetivo 11 da Agenda 2030: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. O professor observou que gestores públicos e privados de inúmeras áreas podem contribuir para a sustentabilidade nas cidades, a partir, do controle do direito de edificar, da orientação e organização economia, do estímulo à adoção de padrões de Produção e Consumo Sustentáveis (PCS), do saneamento básico, da mobilidade e gestão dos espaços públicos e da integração cidade-campo.

O professor citou algumas ações que podem ser implementadas e que ajudarão ao cumprimento desse objetivo e que são tendências mundiais Entre elas: adequado planejamento territorial, eficiência energética nas construções, incentivo fiscal na adoção de medidas de sustentabilidade, atração de talentos da economia criativa, estímulo à pesquisa e desenvolvimento (P&D), e à produção e consumo local de alimentos. E tem as mais simples: separação do lixo, proibição do uso de sacolas plásticas e de canudos e devolver espaços urbanos para as pessoas.

Atendimento à imprensa:

NCA Comunicação – www.ncacomunicacao.com.br – (41) 3333-8017

Bebel Ritzmann – bebel@ncacomunicacao.com.br (41) 9 9957-1547

Ana Maria Ferrarini – anamariaferrarini@gmail.com – (41) 9 8442-3450

  • Professor José Sergio Cristóvam
    (Bebel Ritzmann)

  • Professor Pedro de Menezes Niebuhr
    (Bebel Ritzmann)

  • Marcelo Ramos de Mello, coordenador da mesa
    (Bebel Ritzmann)

Leia também...

13.12.2019

Bebel Ritzmann recebe Prêmio ABIME na Assembleia de SP

Em sua segunda edição, prêmio homenageia as iniciativas em prol do turismo e da cultura

11.12.2019

Centro Operário Camponez é homenageado na Câmara de Curitiba

Clube de futebol amador é um dos mais antigos da cidade e acaba de receber votos de congratulações e aplausos pelos 74 anos de fundação

09.12.2019

Maronezi é campeão brasileiro de Rally Cross Country e Sertão Séries 2019

Com trabalho impecável da navegadora Luciani na última etapa do ano, dupla fechou ano com novos troféus para coleção

09.12.2019

APAP/PR realiza a 3ª edição Exposição Contemporânea de Artes Visuais

A abertura da ECAV acontece no Memorial de Curitiba, nesta terça-feira, dia 10 de dezembro, às 19h

Entre em contato